Publicado em: qui, jul 9th, 2015

Luanda

Em declarações à Angop, o autor fez saber que o livro de 199 páginas abarca três estudos complementares, apontando que o primeiro faz o resgate histórico sobre a psicologia em Angola e o segundo analisa sobre a formação em psicologia que as instituições de ensino superior têm dado aos profissionais, onde são analisados dentre outros o tempo de duração dos cursos, currículos, docência e actividades científicas. Já o terceiro, segundo o interlocutor, trás três textos, sendo o primeiro sobre a inserção dos psicólogos no mercado de trabalho, o segundo fala das competências profissionais dos mesmos e o último sobre a escolha da profissão, o comprometimento e o valor social que é atribuído a profissão. Revelou ser um livro escrito em pesquisa realizada com 230 psicólogos angolanos que responderam a um questionário e cinco profissionais que ajudaram a traçar o percurso histórico da psicologia. Afirmou ser uma obra pioneira na temática que aborda, por não existir um estudo amplo sobre o exercício da profissão em Angola. Segundo João Saveia, a obra é igualmente importante para os formuladores de políticas na medida em trás uma abordagem mais ou menos ampla sobre formação que tem sido ministrada aos psicólogos abordadas de forma crítica. No seu entender, é necessário que haja na área da psicologia directrizes curriculares para que se tenha um curso homogéneo. Nascido ao 17 de Março de 1972, João Saveia é psicólogo formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), especialista em Gestão Estratégica de Recursos Humanos e em Gestão Estratégica de Negócios. É ainda mestre em Administração, com ênfase em Organização e Recursos Humanos também pela UFMG. É autor da obra “Psicologia Organizacional e do Trabalho”, publicada em 2010.

Deixe um comentário

XHTML: você pode usar html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>